GLOBAL ALLIANCE OF WASTE PICKERS
GLOBAL ALLIANCE OF
WASTE PICKERS
The Global Alliance of Waste Pickers is a networking process supported by WIEGO, among thousands of waste picker organizations with groups in more than 28 countries covering mainly Latin America, Asia and Africa.
Supported by Logo WIEGO

by

February 03, 2012


Check translation:

Brasil – 3 fev 2012 –

Com a participação de representantes do projeto Coleta seletiva solidária cidadã, da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), aconteceu, quinta e sexta-feira (2 e 3), na sede da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) no bairro da Terra Firme, encontro que discutiu a formação de um plano de negócios que contribuia para a sustentabilidade econômica e a cidadania de catadores de lixo e suas famílias.

A ação fez parte do programa Cata-Ação, executado pela Fundação Avina, que trabalha com desenvolvimento sustentável, em parceria com o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis e o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). A única beneficiada na região Norte foi a Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis (Concaves), que desde 2004 atua na Terra firme fazendo coleta seletiva nas escolas estaduais do bairro, dentro do projeto da Seduc.

Segundo o técnico da Coordenação de Educação Ambiental da Seduc, Luiz Brito, a construção do plano de negócios reforça o objetivo do projeto. “Nosso programa já gera renda às famílias dos catadores, e temos o objetivo de ampliá-lo para todos os órgãos estaduais e municipais. Este encontro reforça a iniciativa que já existe por parte do governo do Estado”, disse.

Dez escolas da terra firme já participam do programa de coleta seletiva solidária cidadã, que usa a política dos “Rs”: reduzir, reutilizar, reciclar, refletir, repensar e recusar. A representante da Fundação Avina, Anna Romanelli, explicou que “com o plano desenvolvido, as cooperativas poderão ter reconhecimento local e nacional, além da sua inclusão em projetos governamentais e não-governamentais, trazendo geração de renda, fortalecimento e agregando valor ao produto”, explicou.

Para o presidente da Concave, Jonas de Jesus Silva, o plano ajudará a cooperativa a desenvolver melhor suas competências. “Já trabalhamos desde 2004, mas nunca tivemos um plano de negócios, e isso ajudará no desenvolvimento de nossas habilidades de negociação junto à cadeia produtiva”, ressaltou.

O representante do MDS, Francisco Nascimento, reforçou a importância das cooperativas e dos catadores. “As cooperativas de coleta seletiva e reciclagem são hoje grandes agentes de desenvolvimento social e econômico e por isso precisam de uma atenção especial”, completou. Ler artigo original