ALIANÇA GLOBAL DE CATADORES
ALIANÇA GLOBAL DE
CATADORES
A Aliança Global de Catadores é um processo de articulação entre milhares de organizações de catadores de materiais recicláveis apoiado pela WIEGO em mais de 28 países cobrindo principalmente América Latina, Ásia e África.
Apoiado por Logo WIEGO

por

Região

março 03, 2012


Verifique a tradução:

Por Exequiel Estay, Secretaria de Comunicação da Rede Lacre

exequiel estay

Exequiel Estay durante a Conferençia da Nicaragua, 2012. Foto de Jorge Meoni

Em 2008, no encerramento do primeiro encontro mundial dos catadores de materiais recicláveis de base, foi anunciado que em 1º de março seria celebrado o dial mundial dos catadores de materiais recicláveis.

Em um debate acalorado em defesa dos direitos das mulheres e homens que vivem da reciclagem, surgiu a ideia de que, em memória dos catadores de materiais recicláveis colombianos mortos por profissionais da universidade de Barranquilla, com o objetivo de usar seus órgãos, a data fosse reservada para homenagear o trabalho desenvolvido pelos catadores de materiais recicláveis de todo o planeta.

Os aplausos de alegria dos 600 participantes de mais de 34 países do mundo se misturaram ao barulho de uma chuva que acompanhava este momento histórico para os catadores de materiais recicláveis das periferias da cidade de Bogotá naquele ano de 2008… Fomos nós mesmos que decidimos que merecíamos um dia mundial para celebrar a união dos continentes através das mãos calejadas e das costas machucadas pelo trabalho desenvolvido para recuperar as matérias-primas que a sociedade descarta.

Ao longo dos séculos, podemos encontrar diversos exemplos de transformação em fonte de vida das alternativas da reciclagem e da reutilização. Hoje, mediante a força da organização, os organizadores se incorporaram à lógica do manejo de resíduos sólidos, do local ao nacional.

Uma estrela brilhante se transformou nestes últimos anos na organização mundial dos catadores de materiais recicláveis – cenários de mudança climática, reconhecimento como trabalhadores, direitos das mulheres catadoras de materiais recicláveis etc.

Outra estrela que também ilumina a luta dos últimos anos é nossa aproximação aos meios de comunicação, promovendo o trabalho como aposta maior para superar a pobreza e fazer do nosso labor um símbolo de dignidade e empreendedorismo.

Tive a sorte de conviver com catadores e catadoras de materiais recicláveis de todos os continentes, descobrindo que culturas, idiomas, cores dos rostos etc. não são elementos que fazem diferença na luta por uma melhor qualidade de vida.

Cabe mencionar que nestes últimos anos diversos foram os cenários nos quais os catadores de materiais recicláveis do mundo disseram: “aqui estamos, construindo um futuro para nossas famílias, nossos países e o planeta em 1º de março. E este ano não será exceção”.

A partir do nosso capital social, convidamos todos os cidadãos deste mundo a retirar as vendas que cobrem seus olhos para contemplar o trabalho desenvolvido pelas mulheres e homens que reciclam dia após dia…. Também agradecemos àqueles que compreenderam a importância do nosso labor.

A Rede Latino-Americana, em sua imagem corporativa, transmite uma mensagem clara: “Para os que lutam não há fronteiras”. Sentimos-nos mais fortes em um 1º de março.