ALIANÇA GLOBAL DE CATADORES
ALIANÇA GLOBAL DE
CATADORES
A Aliança Global de Catadores é um processo de articulação entre milhares de organizações de catadores de materiais recicláveis apoiado pela WIEGO em mais de 28 países cobrindo principalmente América Latina, Ásia e África.
Apoiado por Logo WIEGO

publicado por
Escrito por Hasirudala

Região

País India

agosto 26, 2014


Verifique a tradução:
Ambika, a proud waste manager
Escrito por Hasirudala. 05/23/2014

ambika-photo

Recentemente, um artigo/vídeo pedia a proibição da catação de materiais recicláveis e atacava a entidade que trabalha para organizar esses guerreiros ecológicos. O vídeo dizia que a coleta de materiais recicláveis NÃO deveria ser formalizada. Já no vídeo abaixo, por outro lado, Ambika, da organização Hasirudala, de Bangalore, na Índia, fala sobre o motivo pelo qual a coleta de materiais recicláveis é um trabalho digno, afirma que ela é meio de subsistência de várias famílias, e que faz com que as cidades economizem muito dinheiro. Assista “Ambika, orgulho de ser uma catadora”.

“Comecei a coletar materiais recicláveis aos 16 e agora administro um centro de coleta de resíduos secos. Na Índia, somos livres para ter qualquer trabalho. Por que diriam para não trabalharmos com a coleta? 5000 pessoas têm esse trabalho. Se não querem que 5000 de nós trabalhem como catadores, basta nos dar 5000 empregos assalariados. No nosso país temos o direito a qualquer trabalho, com exceção de roubar. Tenho três filhos que vão para a escola. Nosso meio de subsistência depende desse trabalho. Por que pediriam para pararmos? Recebemos um cartão de identificação e abrimos nossa própria organização: a Hasirudala. Aqui, não há gerentes e todos trabalhamos juntos. Quem deu a vocês o direito de nos chamar de abutres? O governo diz que estamos fazendo um bom trabalho com a reciclagem. Reciclamos uma tonelada por dia. Devido à nossa reciclagem, muitas árvores foram salvas. Se não coletássemos o lixo das ruas, tudo ficaria jogado. Juntos, reciclamos mil toneladas por dia. Se o governo tivesse de transportar mil toneladas, quanto gastaria? Economizamos 830 milhões de rúpias para a Prefeitura. Eles reconhecem e prezam pelo nosso trabalho. Não teríamos conseguido o centro sem organização. O governo diz que estamos fazendo um bom trabalho, por isso recebemos um centro”.