ALIANÇA INTERNACIONAL DE CATADORES

A Aliança Internacional de Catadores é um processo de articulação entre milhares de organizações de catadores de materiais recicláveis apoiado pela WIEGO em mais de 28 países cobrindo principalmente América Latina, Ásia e África.
Apoiado por Logo WIEGO

publicado por
Escrito por MNCR

Região

País Brasil

novembro 07, 2014


Verifique a tradução:

amazonia-encontro

O MNCR realizou no dias 28 e 29 de outubro no município de Rio Branco, no Acre, o segundo Encontro de Catadores da Amazonia Legal (ECAL) reunindo 200 catadores de materiais recicláveis dos Estados de Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Amapá, Tocantins, Mato Grosso, Maranhão e Pará. O evento contou com a presença de autoridades da Secretaria Geral da Presidência de República, Ministério Público do Trabalho e autoridades locais.

Os catadores debateram a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) sempre buscando levar o tema da correta destinação dos resíduos junto ao poder pública, assim como o fechamento dos lixões com inclusão socio-produtiva dos catadores de materiais recicláveis e a contratação das cooperativas e associações de catadores pelas Prefeituras com o devido pagamento pelo serviço realizado pelos trabalhadores.

“Nossa preocupação também foi o fortalecimento do Movimento Nacional dos Catadores em nossa região Norte”, ressaltou Irineide de Lima, representante do MNCR no Amazonas.

Já para o representante do Estado de Rondônia, Toni dos Santos, os encontros ajudam no reconhecimento da categoria de catadores na região Norte. “Nós discutimos politicas publicas para os catadores de materiais recicláveis e também em busca de iniciativas do poder público tanto em nível municipal como estadual em reconhecimento pelo trabalho que realizamos, além do pagamento pelos serviços prestados para o meio ambiente, no entanto nós catadores do região ainda não temos dificuldades por ser uma região muito grande esta área da Amazonia, mas com estes encontros podemos trocar ideias e buscar alternativas para a comercialização”, avaliou Toni.

Os catadores também deliberaram que o próximo ECAL será realizado no Estado do Pará devida as grande dificuldades que os catadores desse Estado vem sofrendo. O primeiro encontro de catadores da Amazônia Legal aconteceu em Manuas em 2013 e permitiu o fortalecimento da organização dos catadores da região.

Em breve será divulgado uma declaração final do II ECAL.