ALIANÇA GLOBAL DE CATADORES
ALIANÇA GLOBAL DE
CATADORES
A Aliança Global de Catadores é um processo de articulação entre milhares de organizações de catadores de materiais recicláveis apoiado pela WIEGO em mais de 28 países cobrindo principalmente América Latina, Ásia e África.
Apoiado por Logo WIEGO

publicado por
Escrito por Vanessa Pillay, WIEGO ORP Consultant

Região

País África do Sul

outubro 16, 2015

Traduzido por Fernando Silva


Verifique a tradução:
06/30/2015

mbo newsletter

Nos dias 26 e 27 de maio de 2015, 30 catadoras se reuniram na Casa Comunitária em Salt River, na Cidade do Cabo. Elas se encontraram em um workshop facilitado pela WIEGO, em parceria com o International Labour Research and Information Group (Grupo Internacional de Pesquisas e Informações do Trabalho, em português, tradução livre) para falar sobre os desafios que elas enfrentam como catadoras em suas residências, locais de trabalho e organizações, além de investigar o que precisa mudar.

Dez das mulheres viajaram de cidades grandes e pequenas fora da Cidade do Cabo, sendo que a maioria jamais havia voado ou saído da Cidade do Cabo antes. Essas mulheres fazem parte da SAWPA (Associação de Catadores e Catadoras da África do Sul, tradução livre) – uma associação nacional – e a organização local da Cidade do Cabo: Siyacoca (que significa “Estamos limpando” em ixiXhosa). Enquanto compartilhavam suas experiências em exercícios de mapeamento social interativo, elas destacaram os desafios que desejam enfrentar, como o desrespeito de vizinhos e parentes, assédio sexual, estupros, ter de trabalhar com os filhos em condições inseguros (porque não conseguem pagar para que cuidem delas) e discriminação de gênero por parte das autoridades locais.

Algumas das idéias propostas por elas incluíram a formação de cooperativas de trabalhadoras, empoderar as mulheres para que lutem contra o assédio, a luta pelo reconhecimento e o acesso a benefícios como a licença-maternidade. Um destaque do workshop foi assistir uma mensagem gravada para o grupo por Madalena Duarte, uma catadoras de uma cooperativa brasileira. As mulheres perceberam que embora vivam em continentes diferentes, sua situação é bastante semelhante. Foram planejadas atividades posteriores para que esse trabalho tenha continuidade. Acessar o artigo completo (em inglês).