GLOBAL ALLIANCE OF WASTE PICKERS
GLOBAL ALLIANCE OF
WASTE PICKERS
A Aliança Global de Catadores é um processo de articulação entre milhares de organizações de catadores de materiais recicláveis apoiado pela WIEGO em mais de 28 países cobrindo principalmente América Latina, Ásia e África.
Apoiado por Logo WIEGO

publicado por
Escrito por Red LACRE

Região

maio 25, 2020


Verifique a tradução:
Carta a los estados de América Latina y el Caribe
Escrito por Red LACRE. redrecicladores.net. 05/05/2020

A Rede Latinoamericana e do Caribe de Catadores – Red LACRE – é uma organização formada por movimentos nacionais de catadores do continente, com representantes de 17 países. Participamos em iniciativas, alianças e plataformas regionais e globais, tentando gerar as condições para o reconhecimento e a inclusão econômica, social, técnica e ambiental dos catadores.

Na América Latina somos mais de dois milhões de mulheres, homens e pessoas idosas dedicados à reciclagem. Dia trás dia trabalhamos com resíduos, recuperando-os na rua, nos lixões, realizando um aporte não calculado ao planeta e ao desenvolvimento da economia circular. Somos um elo chave na cadeia de recuperação de produtos post consumo, evitando que acabem nos aterros sanitários, nos lixões ou na natureza.

O nosso trabalho, no contexto de uma gestão integral dos resíduos, reintroduz na cadeia produtiva matéria prima, originadas em envases, empaques e produtos produzidos com papelão, papel, vidro, metais e plásticos. Desta forma, os catadores contribuímos para:

  1. Diminuir a exploração de matéria prima virgem, evitando a degradação dos ecossistemas.
  2. Fornecemos uma significativa porcentagem das matérias primas recicladas que a indústria precisa, reduzindo os custos nos processos industriais de fabricação.
  3. Diminuir a quantidade de resíduos destinados à disposição final em aterros sanitários e lixões.
  4. Gerar uma poupança para o serviço municipal de colheita de resíduos e para os cidadãos.
  5. Habitar cidades que estão mais limpas.

Porém, o mais importante para cada um de nós, é que com nosso trabalho temos mantido nossas famílias, milhões de crianças, homens, mulheres e idosos.

O trabalho dos catadores é uma atividade digna e um serviço essencial de saúde pública em cada município, cidade e país onde é realizada a gestão de resíduos. Lamentavelmente, estamos em situação de vulnerabilidade perante a pandemia que sofre o nosso planeta. Estamos na linha de frente de trabalhadores expostos a este vírus, e como o nosso trabalho é um serviço essencial, precisamos do apoio, proteção e garantias certas por parte dos governos, das empresas e da cidadania em geral.

Os catadores da América Latina e o Caribe unidos na Red LACRE lançamos um chamado para que os governos:

  • a) Criem políticas de apoio direto aos catadores com ajuda específica em alimentos e bônus compensatórios para aliviar a situação de precariedade dos catadores que não poderão sair para trabalhar nas ruas pelos efeitos da pandemia, em especial para mulheres idosas, pessoas com alguma doença e portadores de deficiência.
  • b) Garantam a autorização para os catadores prestarem o serviço de reciclagem durante o período de confinamento social obrigatório, sendo reconhecidos como um serviço essencial.
  • c) Forneçam elementos de Proteção Pessoal necessários: uniforme, máscaras, luvas, óculos e materiais para o lavado de mãos e sistema de desinfecção permanentes.
  • d) Autorizem que outras instâncias da cadeia de valor como galpões, intermediários e indústria que usa materiais recicláveis estejam operando.
  • e) Vinculem os catadores com espaços de tomada de decisões sobre reciclagem e a gestão de lixo através das lideranças e organizações dos catadores.
  • f) Identifiquem a população de catadores nos países da América Latina e o Caribe, realizem e atualizem censos e cadastros.
  • g) Como prestadores de um serviço essencial, da mesma forma que médicos e outros prestadores de serviços essenciais, os catadores estão na linha de frente na luta contra pandemia. Neste sentido, deve ser garantido o acesso dos catadores à atenção médica adequada caso sofrerem contágio, e garantir o acesso preferencial a vacinas, quando estas sejam criadas.

Pedimos aos governos da América Latina e o Caribe que aceitem estes postulados, que defendam e protejam seus catadores, porque na América Latina,

Reciclagem sem catadores é lixo!

Silvio Ruiz Grisales
Secretaria de Operações Red LACRE
Associação Nacional de Catadores da Colômbia

Severino Lima Junior
Secretaria Agenda Internacional Red LACRE
Associação Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis do Brasil

Soledad Mella Vidal
Secretaria de Comunicações Red LACRE
Associação Nacional de Catadores do Chile

Baixar arquivo PDF original.