ALIANÇA GLOBAL DE CATADORES
ALIANÇA GLOBAL DE
CATADORES
A Aliança Global de Catadores é um processo de articulação entre milhares de organizações de catadores de materiais recicláveis apoiado pela WIEGO em mais de 28 países cobrindo principalmente América Latina, Ásia e África.
Apoiado por Logo WIEGO

Nomacebo Mbayo

Nomacebo Mbayo, de 29 anos, é membro da Associação Sul-africana de Catadores de Material Reciclável (SAWPA). Ela mora na Cidade do Cabo, na África do Sul. Nomacebo participou entusiasmada da Conferência das Nações Unidas para o Clima (COP17) realizada na África do Sul em dezembro de 2011. Ela e outros catadores da Aliança Global e da SAWPA falaram em coletivas de imprensa, e marcharam por Durban pedindo justiça climática, além de pressionar líderes que participaram da COP17 e se reunir no espaço destinado ao povo na Universidade de KwaZulu-Natal.

Há três anos, Nomacebo começou a trabalhar como catadora nas ruas com sua mãe. As pessoas as conhecem como as mulheres que coletam garrafas após festas, então várias pessoas entram em contato com elas antes das suas festividades de fim de semana. Mãe e filha vendem seus recicláveis para um atravessador que tem 40% de lucro em cima do trabalho das duas – uma situação que Nomacebo deseja melhorar para os catadores.

Nomacebo disse que há muito trabalho a ser feito nos aterros da Cidade do Cabo. Ela acredita que as mulheres têm que manifestar suas opiniões e crescer como líderes.

Em uma entrevista durante a COP17, Nomacebo disse a um repórter da BBC: “Nós precisamos reconhecer o trabalho dos catadores da África do Sul e também de outras partes do mundo porque nós somos pessoas que trabalham para garantir que a justiça climática seja feita. Nós estamos evitando que árvores sejam cortadas… além de recuperar plásticos do lixo e reciclá-los. Então nós contribuimos ainda mais para a justiça climática porque evitamos que mais petróleo seja extraído. E é exatamente isso que desejamos. Ao mesmo tempo, nosso trabalho é nossa fonte de renda … ele cria empregos, que é um dos maiores problemas da África do Sul. Por que não podemos dar uma chance para os catadores? … Vamos deixá-los criar esse sistema de lixo zero.”