ALIANÇA GLOBAL DE  CATADORES
ALIANÇA GLOBAL DE
CATADORES
A Aliança Global de Catadores é um processo de articulação entre milhares de organizações de catadores de materiais recicláveis apoiado pela WIEGO em mais de 28 países cobrindo principalmente América Latina, Ásia e África.
Apoiado por Logo WIEGO

Coronavirus (COVID-19) e Catadores

Estas recomendações foram postadas originalmente em 25 de março de 2020 para fornecer respostas às perguntas e dificuldades que os grupos de catadores estavam enfrentando nos primeiros dias da pandemia da COVID-19. O que você lê abaixo é uma versão atualizada do post original:

# 1. Dicas para catadoras e catadores de materiais recicláveis sobre o coronavírus ⬆️

Contexto

Este documento proporciona ideias sobre como as pessoas catadoras e outras trabalhadoras e trabalhadores que têm contato com resíduos podem se proteger e reivindicar condições de trabalho mais seguras em face à COVID-19. As recomendações apresentadas neste documento estão baseadas em feedbacks e conteúdo de apoio de diversas organizações de catadoras e catadores do mundo inteiro, informações sobre o tratamento e gestão da COVID-19, dicas proporcionadas pela Organização Mundial da Saúde e recomendações dos epidemiologistas 1 sobre determinadas questões que podem apresentar controvérsias (como o uso de máscaras faciais).

Representantes da Aliança Global de Catadores tentaram validar e melhorar as recomendações feitas por grupos de catadoras e catadores, através de uma revisão da literatura disponível sobre a COVID-19, para que assim as organizações de catadoras e catadores possam tomar decisões adequadas para suas equipes e seus ambientes de trabalho.  Este documento pretende ser principalmente um recurso para as organizações de catadores, mas também pode ser utilizado por outras entidades envolvidas com a coleta de resíduos e de materiais que poderiam estar contaminados pelo coronavírus.

Isenção de responsabilidade

As pesquisas sobre a transmissão do coronavírus ainda estão muito no início, portanto, apesar de tentarmos manter estas recomendações o mais atualizadas possível, por favor, sempre consulte as recomendações de autoridades locais e nacionais. Nos casos em que fazemos recomendações baseadas em dados incompletos, tentamos citar as diferentes argumentações e descobertas e fomos muito cuidadosos ao utilizarmos as informações mais prudentes disponíveis. Geralmente, sugerimos que as pessoas trabalhadoras e organizações sigam as recomendações de suas autoridades de saúde nacionais.

O que é o coronavírus/COVID-19?

Os coronavírus são uma família viral que causam doenças em humanos e animais. Em dezembro de 2019, um vírus altamente contagioso foi descoberto em Wuhan, China. Esse vírus gera a doença COVID-19.  Após apenas alguns meses, o coronavírus se espalhou pelo mundo inteiro e foi declarado pandemia pela Organização Mundial da Saúde. A COVID-19 representa uma ameaça às pessoas, especialmente às trabalhadoras e trabalhadores na coleta de resíduos ou outras pessoas que podem ficar expostas ao vírus por causa de seu trabalho.

Como o coronavírus se espalha? 2

O coronavírus é transportado pelo ar. Por isso, as pessoas podem pegar o coronavírus apenas respirando o ar que uma pessoa infectada exalou.
Surtos têm sido relatados em restaurantes, corais, aulas de fitness, clubes noturnos, escritórios e locais de culto onde as pessoas se reunem, muitas vezes em ambientes fechados lotados onde falam alto, gritam, respiram alto ou cantam.
Os riscos de transmissão do vírus são maiores em espaços lotados e inadequadamente ventilados onde as pessoas infectadas passam longos períodos de tempo juntas em estreita proximidade. Estes ambientes são onde o vírus parece se espalhar por gotículas respiratórias de forma mais eficiente, portanto, tomar precauções é ainda mais importante.

A doença pode se espalhar de pessoa para pessoa através de aerossóis, quando uma pessoa com COVID-19 respira normalmente. As pessoas podem pegar COVID-19 se respirar o ar de uma pessoa com COVID-19. É por isso que é importante ficar longe de uma pessoa que está doente, e de qualquer outra pessoa, porque há muitos casos assintomáticos que passam despercebidos, e evitar espaços fechados. Pesquisas contínuas estão sendo realizadas em todo o mundo para entender melhor como a COVID-19 se espalha 2.
Embora incomum, a COVID-19 também pode ser espalhada por superfícies quando gotículas respiratórias infectadas pousam em uma superfície que outra pessoa toca antes de tocar seus próprios olhos, nariz ou boca.

Quem está em risco?

Todos correm o risco de contrair a doença, mas certas pessoas correm alto risco de ficarem gravemente doentes e até mesmo de morrerem por causa dela. Os idosos (65+), e aqueles com problemas médicos subjacentes como pressão alta, problemas cardíacos, imunodeficiências, obesidade, problemas renais ou hepáticos, problemas respiratórios como asma, ou diabetes, são mais propensos a desenvolver doenças graves. As mulheres grávidas também podem apresentar alto risco.

3.

Quais são os sintomas da COVID-19?

Os sintomas mais comuns da COVID-19 são febre, cansaço e tosse seca. Alguns pacientes podem ter dores no corpo, congestão nasal, coriza, dor de garganta, perda de cheiro ou gosto, erupção nos dedos das mãos ou dos pés, ou diarréia. Estes sintomas são geralmente leves e começam gradualmente. É importante ressaltar que, ainda que alguns infectados possam não desenvolver nenhum sintoma, eles ainda podem transmitir o vírus a outras pessoas igualmente.

O que você deve fazer se apresentar sintomas?

Se você tiver febre, tosse ou dificuldade para respirar, isole-se e procure prontamente aconselhamento médico, ligando para seu médico ou hospital local. Ao ligar antes de ir a um hospital, você será encaminhado para as instalações corretas.

Como catadoras e catadores podem se proteger da COVID-19?

Dicas gerais para todas a pessoas

As máscaras devem ser usadas quando estão próximas a outras pessoas. Veja mais informações abaixo sobre quem deve usar que tipos de máscaras.

Evitar espaços fechados ou pouco ventilados com outras pessoas, especialmente espaços lotados. Permanecer a pelo menos 2 metros de distância de outras pessoas, mas levar em conta que o vírus é transmitido pelo ar e que nenhuma distância é suficientemente segura em espaços fechados.

Evite os lugares com muitas pessoas; fique pelo menos a um metro (três pés) 4 de distância de outras pessoas e fique em casa o máximo possível. Alguns países recomendam uma distância de dois metros (6 pés)2. Em espaços fechados, segundo as novas recomendações, as pessoas devem estar separadas por um mínimo de 4,5 metros (15 pés) de distância 5.
Lave as suas mãos com sabão e água durante pelo menos 20 segundos, e lave todas as partes das mãos. Lave suas mãos ao chegar em casa, antes e após se alimentar ou fumar, após tocar objetos de uso coletivo (o que inclui o dinheiro), após espirrar ou tossir, antes e depois de tocar o seu rosto.
Use álcool gel 70%l 6, ou diretamente álcool 70% + álcool isopropílico quando não for possível lavar as mãos. O álcool gel somente funciona se as mãos não estiverem tão sujas ou engorduradas.
Desinfete regularmente as superfícies e objetos frequentemente usados, como os celulares.
Não cumprimente pessoas apertando mãos, dando abraços ou beijos.
Evite tocar o seu rosto. Lave as mãos antes e após tocar o rosto.
Evite compartilhar objetos que toquem o rosto, como copos, canudos, travesseiros, toalhas, dispositivos para fumar, etc.
Cubra o rosto com a parte interna do cotovelo se tossir ou espirrar. Lave suas mãos após tossir ou espirrar.
Tire os sapatos e as roupas possivelmente contaminadas antes de entrar em sua casa.
Tome muita água potável, alimentos saudáveis e durma muito para manter o sistema imunológico forte.
Caso você tenha tido contato com alguém com COVID-19, faça quarentena durante pelo menos 15 dias e informe a outras pessoas com as quais você tenha estado.
Isole-se ficando em casa se você começar a se sentir mal, mesmo que tenha sintomas leves como dor de cabeça, febre baixa (37,3 ºC/ 99,1 F ou mais), nariz escorrendo, até se recuperar. Se for essencial que alguém lhe entregue suprimentos ou se você tiver que sair (para comprar alimento, por exemplo), use uma máscara para evitar infectar outras pessoas.
Mantenha-se atualizada ou atualizado sobre os lugares (cidades ou regiões) onde o coronavírus está se espalhando e, se for possível, evite viajar a essas áreas —especialmente se você faz parte do grupo de risco.

Dicas adicionais para pessoas que trabalham com resíduos

As pessoas consideradas grupos de risco não devem ir ao trabalho. O resto da população deve trabalhar de forma individual ou em pequenos grupos e manter os 2 metros de distância recomendados pelas autoridades. Se as pessoas trabalhadoras estiverem em grupos, devem manter os mesmos grupos todos os dias. Assim, se alguém pegar coronavírus, será mais fácil identificar e fazer com que aquelas pessoas que estiveram expostas façam quarentena.
Presuma que qualquer material ou peça de resíduo reciclável que você está manipulando pode estar contaminado pelo vírus. Acredita-se que os coronavírus podem viver até 9 dias sobre as superfícies 7.
Evite a exposição às fumaças ou ao pó derivados dos resíduos, especialmente quando os resíduos estiverem sendo descarregados ou compactados 8.
Trabalhadoras e trabalhadores com cabelos compridos devem amarrá-los para evitar contaminar seu rosto.
Use luvas enquanto trabalha, mas saiba que suas luvas podem contaminar facilmente as superfícies e espalhar o vírus se não forem usadas de forma adequada. Evite colocar as luvas no seu bolso (é melhor guardá-las numa sacola de plástico determinada). Nunca toque o seu rosto com as luvas.
Lave as suas mãos com sabão e água antes e depois da jornada de coleta de resíduos e toda vez que tire as luvas.
Leve com você uma solução de álcool 70% para higienização das mãos quando não tiver acesso a água e sabão.
Tente trabalhar somente em lugares bem arejados.
Limpe regularmente as superfícies de uso frequente com álcool 70% ou sabão e água 9.
Use equipamento de trabalho, o que inclui luvas, e cubra sua pele e seus cabelos o máximo possível enquanto trabalha.
Tome um banho após completar sua jornada de trabalho e lave suas roupas de coleta e seu equipamento de trabalho todos os dias.
Evite tocar e triar materiais que sugiram a existência de doença, como lenços de papel, máscaras, recipientes para medicação, como xarope para a tosse etc., ou que parecerem estar marcados como material perigoso. Evite triar materiais que você não vê adequadamente.
Estabeleça sistemas de comunicação com seus colegas para que as pessoas possam estar informadas se alguém se sentir doente ou precisar de assistência.
Estabeleça protocolos para o caso de que alguém seja diagnosticado com a COVID-19.

Máscaras faciais: use-as!

As máscaras devem ser usadas como parte de uma estratégia abrangente de medidas para suprimir a transmissão e salvar vidas; o uso de uma máscara por si só não é suficiente para proporcionar um nível adequado de proteção contra a COVID-19. Fonte: COVID-19: Tudo sobre máscaras no contexto da COVID-19 (OMS)

As máscaras devem ser usadas quando estão próximas a outras pessoas. As máscaras devem ser bem ajustadas e formar um selo ao redor do nariz e da boca. As máscaras de grau médico devem ser usadas pelas seguintes pessoas:

  • Profissionais de saúde em ambientes clínicos.
  • Qualquer pessoa que se sinta indisposta, inclusive pessoas com sintomas leves, como dores musculares, tosse leve, dor de garganta ou fadiga.
  • Qualquer pessoa que esteja aguardando os resultados do teste COVID-19 ou que tenha tido resultado positivo no teste.
  • Pessoas que cuidam de alguém que é um caso suspeito ou confirmado de COVID-19 fora das instalações de saúde.
  • Pessoas com riscos à saúde (pessoas com 60 anos ou mais e pessoas de qualquer idade com condições de saúde subjacentes, incluindo doenças respiratórias crônicas, doenças cardiovasculares, câncer, obesidade, pacientes imunocomprometidos e diabetes mellitus).
  • As máscaras de tecido não-médicas podem ser usadas pelo público em geral com menos de 60 anos de idade e que não tenham condições de saúde subjacentes. Mais informações na OMS.

Se a COVID-19 está se espalhando em sua comunidade, fique seguro tomando algumas precauções simples, como distanciamento físico, usando uma máscara, mantendo as salas bem ventiladas, evitando multidões, limpando as mãos e tossindo em um cotovelo ou tecido dobrado. Verifique os conselhos locais onde você mora e trabalha. Faça tudo isso!

Faça do uso de uma máscara uma parte normal de estar perto de outras pessoas. O uso apropriado, armazenamento e limpeza ou descarte das máscaras são essenciais para torná-las tão eficazes quanto possível.

Aqui estão as noções básicas de como usar uma máscara:

  • Limpe suas mãos antes de colocar a máscara, assim como antes e depois de tirá-la, e depois de tocá-la a qualquer momento.
  • Certifique-se de que ela cubra tanto seu nariz, boca e queixo.
  • Ajuste corretamente.
  • Quando você tirar uma máscara, guarde-a em um saco plástico limpo, e todos os dias lave-a se for uma máscara de tecido, ou descarte uma máscara médica em um caixote do lixo.
  • Não use máscaras com válvulas.

Respiradores como as máscaras faciais n95 ou n99 podem proteger as pessoas contra a COVID-19 se elas forem expostas a uma pessoa infectada, desde que a máscara esteja limpa e se ajuste confortavelmente ao redor do rosto. Observe que respiradores purificadores de ar com válvula de exalação podem expelir gotículas de uma tosse ou espirro através da válvula de exalação e, portanto, não devem ser usados.

Apoio

Pergunte a sua cooperativa, associação ou empregador:

  • Para sistematizar medidas de prevenção de infecções COVID-19 no local de trabalho, incluindo sistemas de coordenação para que os trabalhadores possam ser informados se um de seus colegas de trabalho adoecer ou precisar de assistência.
  • Certifique-se de que os espaços fechados sejam devidamente ventilados.
  • Publicar informações atualizadas sobre a COVID-19 e como sua cidade está respondendo.
  • Fornecer estações de lavagem de mãos com água limpa e sabão líquido no local de trabalho.
  • Fornecer gel sanitário e equipamento de proteção para os trabalhadores.
  • Para manter o espaço de trabalho bem ventilado e higienizar regularmente as superfícies comumente usadas.
  • Garantir indenização aos trabalhadores que adoecem da COVID-19; que são forçados a permanecer em casa para cuidar de crianças fora da escola ou de pessoas infectadas; ou que devem evitar o trabalho porque se qualificam como de alto risco.
  • Considerar o agrupamento de trabalhadores em “cápsulas/bolhas” de trabalho onde os mesmos trabalhadores estão juntos dia após dia para reduzir a propagação da transmissão se alguém ficar doente.

Pergunte aos residentes:

  • Para separar os resíduos da forma que sua organização considera mais segura para seus trabalhadores. Muitas cooperativas estão aconselhando que as residências separem os resíduos em três categorias: resíduos orgânicos, resíduos secos e resíduos perigosos (o que inclui resíduos de banheiro e qualquer coisa que possa estar contaminada com a COVID-19). Algumas cooperativas lançaram campanhas pedindo aos residentes que marquem os resíduos perigosos com um grande ponto vermelho ou alguma marca padrão. Muitos lugares estão pedindo que os resíduos potencialmente perigosos sejam selados em dois sacos plásticos e colocados de lado por pelo menos 72 horas antes de serem colocados fora para coleta.
  • Para ajudar os trabalhadores com acesso externo a água e sabão para lavagem das mãos, e compartilhar outros recursos que possam estar faltando aos catadores de lixo.
  • Para agradecer aos catadores locais pelos serviços que estão prestando.

Perguntar aos líderes e funcionários do governo:

  • Para financiar e fornecer acesso a equipamentos de proteção (máscaras e luvas), suprimentos para higiene (estações públicas de lavagem de mãos com água e sabão, higienizadores de mãos), e diretrizes de saúde para trabalhadores informais.
  • Apoiar os catadores de lixo em seus pedidos às residências e empresas.
  • Para garantir que a coleta de lixo doméstico continue durante toda a crise para que a comunidade não sofra de doenças infecciosas adicionais.
  • Para garantir acesso suficiente e rápido a testes e tratamento COVID-19 gratuitos.
  • Para financiar o alcance educacional e a distribuição de suprimentos às comunidades sem acesso adequado a água limpa e instalações de higiene.
  • Tomar providências urgentes para direcionar fundos para o Living Cash Grant a todos os trabalhadores informais, independentemente da nacionalidade e do status de declaração de impostos.
  • Incluir a representação de trabalhadores organizados na economia informal nas discussões nacionais e locais sobre respostas econômicas e sanitárias à COVID-19.
  • Reconhecer os catadores de lixo como trabalhadores da linha de frente merecedores de apoio e reconhecimento especial. macos/deepLFree.translatedWithDeepL.text

Este documento será periodicamente atualizado enquanto a pandemia da COVID-19 continuar a se desenvolver. Se você tiver informações que possam contribuir para este trabalho, encaminhe-as a: cuidar@wiego.org e info@globalrec.org. Mais informações sobre o projeto Cuidar disponíveis em https://www.wiego.org/cuidar-project


# 2. Experiências compartilhadas de catadoras e catadores do mundo inteiro contra o coronavírus ⬆️

Consultar em outras línguas (ainda não está traduzido) como outras organizações estão lidando com a crise da COVID-19:

 

# 3. Encaminhe sua recomendação. Como a sua organização está lidando com o coronavírus? ⬆️

Caros grupos de catadores e aliados em todo o mundo,

Em reconhecimento à necessidade urgente de proteger os catadores contra o vírus COVID-19, gostaríamos de coletar e compartilhar recomendações sobre como os catadores estão protegendo sua saúde enquanto mantêm seus meios de subsistência. Estamos solicitando informações sobre os tipos de recomendações que os catadores e suas organizações têm para a proteção ocupacional na época do vírus COVID-19.

Planejamos compilar essas informações em todo o mundo, revisá-las por médicos em nossa rede para garantir que não estamos divulgando conselhos de risco e, em seguida, compartilhar estratégias e recomendações com nossa rede de organizações de catadores. Se você tiver algumas recomendações ou estratégias para compartilhar conosco, faça-o assim que puder.

Seria útil conhecer as seguintes informações:

  • Nome da sua organização e informações de contato.
  • Localização da sua organização.
  • Tipo de serviços prestados (coleta porta a porta, coleta informal, coleta de lixões, etc)
  • Estratégias que os catadores têm para se proteger.
  • Recomendações e estratégias de treinamento / divulgação que sua organização está fornecendo aos catadores.
  • Você está solicitando aos moradores que descartem seus resíduos de maneira diferente agora?
  • Desafios específicos que você está enfrentando diante do covid19.
  • Solicitações específicas que sua organização está fazendo ao governo ou a outras pessoas com relação à proteção de catadores ou trabalhadores informais em geral.

Você pode responder a esta mensagem com sua resposta ou deixar um comentário na página dedicada a este https://globalrec.org/pt-br/covid19 em nosso site.

Obrigado e enviando saúde e solidariedade a todos.

A Aliança Global de Catadores

 

Notes:

  1. O projeto “Cuidar” de WIEGO no Brasil, que se centra no mapeio dos riscos à saúde das catadoras e catadores no ambiente de trabalho, se envolve com especialistas em epidemiologia e medicina do trabalho da Universidade de Brasília e a Fundação de Saúde de Minas Gerais para elaborar as recomendações para as pessoas trabalhadoras no setor da reciclagem.
  2. OMS https://www.who.int/es/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public/q-a-coronaviruses
  3. https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/specific-groups/people-at-higher-risk.html
  4. WHO https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public
  5. South China Morning Post https://www.scmp.com/news/china/science/article/3074351/coronavirus-can-travel-twice-far-official-safe-distance-and-stay
  6. CDC https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prepare/cleaning-disinfection.html
  7. G.Kampfa, D. Todt, S.Pfaender, E.Steinmannb. Persistence of coronaviruses on inanimate surfaces and their inactivation with biocidal agents. Journal of Hospital Infection Volume 104, Issue 3, March 2020, Pages 246-251. https://doi.org/10.1016/j.jhin.2020.01.022
  8. Doremalen N, Bushmaker T, Morris DH, Holbrook MG, Gamble A, Williamson BN, Tamin A, Harcourt JL, Thornburg NJ, Gerber SI, Lloyd-Smith JO, Wit E, Munster VJ (2020). Aerosol and surface stability of HCoV-19 (SARS-CoV-6 2) compared to SARS-CoV-1. medRxiv 2020.03.09.20033217. doi: https://doi.org/10.1101/2020.03.09.20033217
  9. National Geographic https://www.nationalgeographic.com/science/2020/03/why-soap-preferable-bleach-fight-against-coronavirus/

Leave a comment